Pare de procurar um mozão

37ff3f6f0c9363f55f86e79ceba6eef6

A cada dia que passa, tenho encontrado uma geração de moças cristãs mais “desesperada” em procurar o tal do “namorado perfeito”, em busca do “casamento perfeito” e da “vida a dois perfeita”. Uma vez, uma amiga de vinte e cinco anos disse que já tinha passado da hora de casar; noutra, meninas de dezesseis/dezessete anos vieram até mim chorar pitangas por causa do carinha-que-ninguém-sabe-quem que transformou corações em cacos, dizendo que precisavam de “alguém”, que não queriam ficar sozinhas.

Por que tantas aspas? Simples: não existe namorado perfeito, casamento perfeito, vida a dois perfeita e não, você definitivamente não precisa de alguém.

Nós nos saímos muito bem no quesito “confiar em Deus” até a hora que chegamos na nossa vida sentimental. Ela é como aquela gaveta bagunçada que insistimos em esconder porque, na nossa cabeça, sabemos arrumá-la bem melhor que Jesus – e se você pensa assim, me perdoe, mas você está completamente enganada.

Achamos sempre que Jesus está demorando demais, que estamos ficando velhas demais, que nossas amigas estão casando e nós não…  Pronto. Temos o pano de fundo perfeito para o desastre: nossa pressa em querer “ter alguém” nos leva à escolhas erradas, precipitadas e fora da vontade de Deus. O resultado disso só pode ser um término doloroso e um coração quebrado.

Eu sei que é assim, colega. Já aconteceu comigo também. Mas Jesus chegou pra virar esse jogo a seu favor. Você não precisa de um mozão. Sabe por quê? Porque já tem um.

Nesses dias, tenho descoberto o valor do meu relacionamento com Jesus. Mais que isso: tenho O enxergado não só como amigo, mas como o meu Noivo – porque se somos a Igreja e ela é a Noiva do Cordeiro, logo concluímos que, se temos Jesus, estamos em um noivado com Ele. Ele é o único que pode preencher as lacunas que você possui e que, até hoje, continuam abertas.

Queria muito conseguir descrever tudo que temos vivido, mas simplesmente não consigo. É um processo de cura, misturado ao autodescobrimento e autovalorização que… Uau! É surreal.

Costumo dizer que Jesus é o único cara no mundo que jamais irá nos decepcionar, porque a natureza dEle não conhece outra coisa senão o amor. Quando você O aceita como Seu Noivo, seu coração é mergulhado em oceano de amor tão grande e profundo que sua mente só consegue pensar em: como eu vivi tanto tempo procurando nos outros aquilo que só Você possuía, Jesus?

Nós nos frustamos porque procuramos encaixes errados para as nossas lacunas. É como tentar encaixar um cubo num espaço de estrela. Tem como? Claro que não. Jesus tem a forma exata da lacuna que existe em você, e estar em um noivado, em um relacionamento profundo com Ele, é garantir que esses espaços não mais existirão. É garantir que, acima de tudo, você viverá um relacionamento real.

Crescemos com a ideia de que somos “a metade da laranja” de alguém nesse mundo, mas a verdade é que você não nasceu pra ser metade de alguém. Você nasceu pra ser completa por Jesus e inteira com alguém que também seja inteiro com Ele.

Antes de te colocar em um relacionamento com alguém, Jesus te chama para ter um relacionamento com Ele – afinal, sem relacionamento com Jesus vindo de ambos não existe casamento que dure. Um relacionamento maduro, sadio, sem dor, fingimento ou fim; que te fará olhar pro reflexo no espelho e enxergar uma princesa, não uma gata borralheira. Jesus quer que você entenda que há valor aí dentro – e Ele valoriza isso mais do que qualquer pessoa.

Quando Jesus diz que você precisa parar de procurar um mozão, não quer dizer que Ele não deseja que você se case. Na verdade, Ele é o maior interessado na sua futura família, colega. Acontece que Jesus quer que tudo aconteça do jeito certo, da maneira certa e no tempo certo. 

Eu não sustento a teoria de que exista uma pessoa específica separada pra você, até porque Deus não é alguém que une corpos, mas propósitos. Mas tenho pensado no seguinte: é dentro da vontade e do relacionamento com Jesus que você, mais cedo ou mais tarde, irá encontrar alguém que possui  a mesma motivação que você: Reino, vidas, almas. Dentro do seu propósito, Deus te permitirá conhecer pessoas com as mesmas motivações. E aí, amiga, é batata. Ele faz, Ele une, Ele abençoa.

“Mas o que eu vou fazer enquanto isso? Vou nos casamentos das minhas amigas pra chorar depois?”. Não. Definitivamente não. Invista o tempo da sua solteirice na coisa certa. Ao invés de procurar mozões novos em cada rostinho novo que brota na igreja, procure Jesus, procure a face de Jesus. Invista no seu relacionamento com Ele. Entenda que sua vida só fará total sentido quando você for completa e transbordante nEle. Fora disso, só haverá vazio.

Pare de criar dores desnecessárias com situações desnecessárias, porque na maioria das vezes, é a nossa precipitação e teimosia que tardam o cumprimento das promessas de Deus nas nossas vidas.

Se você quer parar de se machucar com tudo isso, entenda que, se você é filha, se você é uma princesa, Deus não reservou qualquer paspalho pra você. Ele reservou um príncipe. Pare de querer encontrar o amor da sua vida o tempo todo. Sua frustração será uma constante enquanto você não entender que, antes de qualquer cara, o amor da sua vida tem que ser Jesus. Ele é o modelo perfeito para que jamais aceitemos migalhas de amor. Pessoas são inconstantes, mas Jesus, não.

Acalme esse coração, vá. Jesus ama histórias de amor e já escreveu a sua.

E eu te garanto: Ele tem o melhor.

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s