You gotta make it happen

5ab17bc3c14e9ee19616f24653c410df

Foi no dia em que meu peito pareceu estar sendo esmagado por uma bigorna que eu percebi que precisava fazer alguma coisa a respeito. Respirei fundo várias vezes, mas o ar mal chegava aos pulmões. O peso no peito bloqueou boa parte das passagens de ar até meus pulmões, mas segui respirando fundo. O peso não me permitiu sair de onde eu estava, então segui respirando como se o esforço fosse desobstruir as ligações entre o material e o biológico – não para sempre, mas pelo menos durante aquele curto espaço de tempo.

Estava no ápice da minha existência – e eu descobri que existir cansa, pesa e desgasta. A existência que me colocava diante de uma agenda abarrotada de compromissos a serem cumpridos de segunda a segunda e engavetava, em contra partida, as listas de coisas que eu realmente queria fazer e não podia porque sempre sobravam compromissos-da-vida-adulta e faltava tempo. E, entre cumprir uma tarefa e fazer algo prazeroso pra mim – mesmo que fosse dormir – eu sempre escolhia a primeira opção.

Leia mais »

Desacelere

6d37daa9ec0c97433e435860de89d2f5

Certo dia parei, respirei fundo três vezes, e fiz a breve pergunta que todos se fazem quando algo começa a sair dos trilhos: “o que está acontecendo?”. Não conseguia acompanhar o fluxo do tempo e, dentre tantos afazeres, das duas, uma: ou eu estava mais rápida que o tempo, ou ele estava passando rápido demais. Independente de qual assertiva tenha sido a verdadeira, descobri que sufocar minha alma de afazeres estava me fazendo perder as coisas mais simples e, por isso, mais importantes da vida.Leia mais »

O Deus da exclusividade

771891691eca6e607fd8e8f91ba05fe2

“Eu queria ter o cabelo de fulana” “Eu queria ter o corpo de fulana” “eu queria saber dançar/cantar/atuar como fulana” “Eu queria ser maravilhosa como a Kim Kardashian. Na verdade, eu queria ser uma Kardashian”.

Eu queria, eu queria, eu queria…

Você provavelmente já disse ou já ouviu alguém dizer uma dessas frases – e tantas outras. Nessa semana, Deus tem me incomodado muito acerca de uma coisinha muito simples: identidade. Mas não no sentido de saber quem somos nEle, mas de saber como somos para Ele. Num desses dias de reflexão, olhei para o céu e pensei: imagine que chato se Deus tivesse feito todas as pessoas iguais?

Imagine se o mundo fosse povoado por várias pessoas como eu? Ou como você? Você pode não gostar de si mesmo ou de algo específico na sua vida, corpo, etc, mas já parou pra pensar que, dentre tantas pessoas, só existe uma pessoa como você? E que é você?Leia mais »

Jesus pensou na Kéfera

kefera-canal-youtube-5minutos-pausa

Tenho certeza que Kéfera seria uma daquelas pessoas que Jesus chamaria para uma longa e tranquila caminhada, regada à conversa, desabafo e aconselhamento. Ele a convidaria para tomar um café no fim do dia e ali, ao redor da mesa, lhe contaria que muitos de seus irmãos deturpam Sua imagem, e aquilo que dizem não passa de uma miragem da cabeça humana.

Jesus não se importaria de mostrar as chagas nas mãos e a marca da lança na costela, e ainda diria a ela, com voz sublime e tranquila: meus irmãos acham que não, mas essas marcas também são por você.

Você provavelmente assistiu ao vídeo da Kéfera que gerou toda essa polêmica, certo? A internet parou por muitos dias pra falar disso e, claro, para que os cristãos 100% certinhos, dignos de serem chamados de arcanjos, pudessem emitir opiniões a respeito, que se alternaram entre pedidos de morte e de justiça da parte de Deus. Morte? Sim, morte. É bastante bizarro pensar que palavras de maldição saíram de pessoas que deveriam refletir um pouco de Cristo aqui na terra, mas aconteceu.Leia mais »